Cinco dias após o depoimento da médica Luana Araújo na CPI da Covid, o ministro da Saúde do governo Bolsonaro, Marcelo Queiroga, desmente declarações feitas por ela.
Um flagrante do bolsonarismo descartando alguém foi útil em algum momento, mas que deixou de ser conveniente.
A fala de Queiroga, que praticamente chamou Luana Araújo de mentirosa, chocou os senadores na CPI. Assista e entenda.