O governador Geraldo Alckmin enviou para a Assembleia Legislativa o projeto de lei 123/16, que retira de Guarulhos mais de R$ 700 milhões que estavam destinados para a canalização do Rio Baquirivu e transfere a obras na região de Campinas.
 
O recurso já estava garantido pela Lei 14.790/12 e devia ser obrigatoriamente utilizado para a canalização do Rio Baquirivu, cinco piscinões, um Parque Linear, duas pistas marginais e também para a realocação das famílias afetadas pela obra.
 
“Com este novo projeto do governador, será feito apenas um piscinão, mais nada. Isso não vai resolver o problema de enchentes que a população sofre constantemente, perdendo bens, vida, como novamente aos fedeu esse ano, sofre para chegar em casa, etc. Não podemos admitir que o governo do Estado mais uma vez trate Guarulhos com descanso.
 
Para tratar do assunto e demonstrar a importância da canalização do Baquirivu, tentando evitar que o governador tire dinheiro de Guarulhos, o deputado Alencar convocou o presidente do DAEE para uma audiência pública na próxima quarta-geira, dia 27/04, às 15h, no CEU presidente Dutra.
 
 
Histórico
 
O Rio Baquirivu-Guaçu nasce no município de Arujá e vem para Guarulhos, desembocando no Rio Tietê. Sua gestão e manutenção é de responsabilidade do Estado, pelo DAAE.
Na cidade de Arujá, o governo do Estado canalizou o rio há alguns anos e fez as pistas marginais, sendo que uma delas será inaugurada agora.
Toda chuva causa inundação em Guarulhos, afetando várias famílias moradoras e quem trafega pelo local, que perdem seus bens, tempo, casa e, infelizmente, até a vida, como aconteceu com uma pessoa esse ano, outra está desaparecida.
 
Serviço
Audiência pública BAQUIRIVU
 
Quarta-feira 27/04, às 15h
 
Local: CEU Presidente Dutra – Rua Maria Paula Motta – Guarulhos
 
 Com as presenças:
 
Superintendente do DAEE – Ricardo Borsari
Prefeito Almeida
Lideranças da região e outras autoridades
 
Realização: deputado Alencar – presidente da Comissão de Infraestrutura da Alesp