A imprensa de Guarulhos noticiou nesta quinta-feira (10) que faltam insumos para o controle da diabetes nas UBSs da cidade há pelo menos 2 meses e que a Prefeitura pediu até 20 dias para regularizar a situação.
No caso das lancetas, utilizadas para avaliar os níveis de glicemia, a falta já chega há pelo menos um ano.
Segundo o site especializado DiabetiCool, “se a pessoa não realiza a automonitorização e a aplicação/ ingestão de medicamentos, acarretará um quadro de cetoacidose, situação que levará a uma descompensação do controle da glicemia por falta de medicação, que se não tratado, poderá levar a complicações, como também ao coma, e consequentemente ao falecimento.”, mostrando a gravidade da situação. 6D26E4BA-0E5F-4C04-A8F2-C55DA30D47A2
Por lei, os insumos devem ser fornecidos gratuitamente para as pessoas diabéticas e a falta deles pode comprometer a vida de quem precisa, principalmente para quem não tem como arcar com o tratamento, avaliado em quase R$ 3 mil por mês.
E esse é somente um dos problemas do caos vivido na saúde de Guarulhos: falta de médicos, de medicamentos e até de materiais básicos viraram rotina e a população sofre com as filas, a demora e o descaso do Prefeito Guti, que continua afirmando que tudo vai bem.
Será?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *