comissão infra - sabesp
Novamente o requerimento de autoria do deputado Alencar, que visa convocar a presidente da Sabesp Dilma Pena para esclarecer sobre a crise de abastecimento de água que atinge o Estado de São Paulo e o vazamento do áudio em que ela admite que seus “superiores” barraram ações para estimular a população a economizar água, não foi votado.
“Infelizmente a base aliada do governo Alckmin não votou nosso requerimento. Estamos diante da maior crise hídrica e o governo do Estado não esclarece à população de forma adequada sobre o que ocorre. Uma vergonha”, disse o deputado Alencar.
O requerimento também convoca outras autoridades para participem da audiência sobre o assunto, como: o diretor-presidente da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (ARSESP), José Luiz de Oliveira e o superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (DAEE), Alceu Segamarchi Jr. E convida os diretores das principais bacias que abastecem a Região de São Paulo, do Alto Tietê, Chico Brito e de Campinas e Região (PCJ), Gabriel Ferrato dos Santos, o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas, Vicente Andreu e os promotores de Justiça Ivan Carneiro Castanheira e José Eduardo Ismael Lutti, que assinam ação civil pública contra a Sabesp. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *