Audiência do Plano Estadual de Educação
“O governo deveria chamar pais, alunos e professores para uma mesa de negociação”, reivindica o Alencar
f87ad7a3-1d41-4a4f-b983-c2decf66741a
 
Na tarde desta terça-feira (27/10), durante audiência na Assembleia Legislativa ,  professores, pais e alunos protestaram contra o Plano Estadual de Educação enviado pelo governador para ser votado na Casa.
O plano deixa de abordar com profundidade temas como o financiamento da educação, a gestão democrática, as cotas, a questão de gênero, a cooperação interfederativa, a consolidação do Sistema Nacional de Educação, a valorização profissional, entre outros.
Para o deputado Alencar essa é mais uma das demonstrações de descaso do governo do Estado com a educação. “Definitivamente, para este governo a educação passa longe de ser prioridade. Fechar escolas para virar delegacia é a falência. Estão na contramão das necessidades dos nossos jovens, e esta política está retrocedendo e afundando ainda mais a educação pública do Estado”, afirmou Alencar.
Há uma série de críticas ao plano apresentado pelo governador, que foi elaborado sem a participação de setores que discutem educação na sociedade. É um plano autoritário e que não apresenta avanços.
“Embora a prática deste governo é de esconder informações e não dialogar com a sociedade, esperamos que o secretário e o governador revejam os métodos, tenham a sensibilidade de sentar na mesa e fazer o diálogo efetivo com os que de fato estão preocupados com a educação e o futuro da nossa juventude”, finalizou o parlamentar.​
c411ce0e-726e-4b8f-87a3-3308930784a6  12039497_943601405676800_384473633093758174_n