Dois telespectadores que se espantaram com o Jornal Nacional

O tratamento desproporcional dado pelo Jornal Nacional a temas ligados ao PSDB e ao PT, ou, se você preferir, ao governo federal e ao governo do estado de São Paulo, não é propriamente uma novidade. Mas é sempre bom ir para a prancheta e colocar os pingos nos is. Se “ouvir os dois lados” é um princípio do bom jornalismo, que nome se dá quando eles são tratados com dois pesos e duas medidas?

A proteção animal na agenda governamental – Por Paulo Costa

Em São Paulo foi protocolado e aprovado em tempo recorde um projeto de lei que põe fim aos testes químicos em animais para experimentos com cosméticos, testes de higiene pessoal, perfumes e seus componentes logo após a invasão ao Instituto Royal Por Paulo Costa Muitos governantes estão atentos as mobilizações em seus estados e municípios […]

“Cai o castelo de cartas do ministro Barbosa”

As palavras finais do presidente da corte suprema, depois da decisão que absolveu os réus da AP 470 do crime de quadrilha, soaram como a lástima venenosa de um homem derrotado, inerte diante do fracasso que começa a lhe bater à porta. A arrogância do ministro Barbosa, abatida provisoriamente pelo colegiado do STF, aninhou-se em ataque incomum à democracia e ao governo.

AULA DE LULA FAZ O PIG (*) CHORAR. DE RAIVA

Passados cinco anos do início da crise global, o mundo ainda enfrenta suas consequências, mas já se prepara para um novo ciclo de crescimento. As atenções estão voltadas para mercados emergentes como o Brasil. Nosso modelo de desenvolvimento com inclusão social atraiu e continua atraindo investidores de toda parte.

O depoimento emblemático de um dos colaboradores de Zé Dirceu

Muitos dos milhares de colaboradores da campanha Eu Apoio Zé Dirceu nos mandaram mensagens contando por que decidiram contribuir. Boa parte nunca conheceu Dirceu pessoalmente – o que só reforça o sentimento de indignação crescente frente ao julgamento político ao qual ele foi submetido.

Carta aberta à sociedade brasileira, em defesa da verdade e da justiça

Apesar do desrespeito à legislação vigente ao longo deste processo, vou seguir a lei e me entregar para cumprir a injusta e absurda pena a que fui sentenciado. Continuarei lutando, em defesa da verdade e da justiça, para que este julgamento seja revisto. Encerrada a fase de embargos, minha defesa solicitará a revisão criminal de todo o processo, de modo a garantir um novo e imparcial julgamento