Nesta quarta-feira (17), em Brasília, o deputado federal Alencar Santana (PT-SP) se reuniu com o ministro das Cidades, Jader Filho, para garantir a retomada do projeto Minha Casa Minha Vida no município de Guarulhos. Criado pelo presidente Lula em 2009, o MCMV é o maior programa habitacional da história do Brasil, mas havia sido praticamente encerrado pelo governo Bolsonaro.

O ministro vê com bons olhos a volta do programa à segunda maior cidade do estado de São Paulo, especialmente por conta da grande quantidade de famílias que vivem em áreas de risco, conforme informou o parlamentar do PT.

“Para tratarmos sobre a retomada do programa em Guarulhos, me reuni nesta tarde com o deputado federal Alencar Santana. Seguiremos planejando o retorno do projeto ao estado, visando beneficiar a população que mais precisa de moradia digna e qualidade de vida”, disse o ministro Jáder Filho.

Em vídeo publicado nas redes sociais após o encontro com o ministro, Alencar convidou o prefeito de Guarulhos para se somar ao esforço em prol do direito à moradia no município. “Espero que o prefeito Guti assuma o compromisso. Nós queremos garantir moradia de qualidade para a população guarulhense”, disse o deputado.

Déficit e áreas de risco

Além de um déficit habitacional de aproximadamente 160 mil moradias, Guarulhos liderou o ranking de onze cidades – feito pelo Instituto Geológico do Governo do Estado de São Paulo – com maior número de áreas de risco. Desde 2017, a cidade não tem projetos habitacionais.

Para que o programa possa ser retomado, é preciso que a prefeitura de Guarulhos elabore projetos. Além do ministério das Cidades, o deputado Alencar Santana já teve conversas com a direção da Caixa Econômica Federal, que também está a postos para levar novamente o MCMV ao município.

Retomado este ano pela nova gestão de Lula, a meta atual do MCMV é atender dois milhões de famílias até 2026, mas esse número ainda pode aumentar.

Equipe Alencar Santana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *